terça-feira, 22 de dezembro de 2009

Acontecimentos e realizações futuras.

Bom esse ano foi ótimo, não vou dizer que foi o melhor porque cada ano sempre teve um acontecimento especial na minha vida. Bem, tive a melhor virada do ano com a BFF e uns amigos, me apaixonei, briguei, chorei, ri, magoei-me, iludi-me, apaixonei-me de novo, ''conheci'' meu namorado - na real estudamos 2 anos juntos e em julho desse ano descobrimos um sentimento novo um pelo outro -, fiz novos amigos, descolori o cabelo, pintei de pink, magoei pessoas, me arrependi de não ter feito algumas coisas, e no ano seguinte quero estudar mais, fazer intercambio, conseguir juntar dinheiro pro intercambio, conhecer gente nova, pintar o cabelo, comprar uma camisa do Ramones e Metallica (I love ), reatar a amizade com algumas pessoas importantes pra mim, aperfeiçoar meu inglês e deixar o destino moldar a minha vida por mais uma vez...


http://www.formspring.me/Pamiie Perguntem-me ;)

segunda-feira, 21 de dezembro de 2009


...E todos a quem eu já amei. Piscaram diante dos meus olhos,e nada mais importava! Eu olhei para o céu... Bem, todos queremos algo melhor que desejamos algo novo. Bem, todos queremos algo bonito, desejamos algo verdadeiro. Estive procurando um motivo e
algo para perder...
Quando as engrenagens param. Quando as rodas caem no chão... E parece que tudo acabou. Você ainda tem outra chance! Quando as engrenagens param... (Wheels - Foo Fighters)

Feliz Semana de Natal :)

segunda-feira, 7 de dezembro de 2009

Só no Brasil mesmo!


Esse fim de semana foi minha tal ´´formatura``. Cara, isso que eu tive NÃO foi uma formatura. Foi só uma comemoração por nada, na verdade. Que formatura hoje em dia é feita no pavilhão de esportes de uma escola, com salgadinhos e tal ao invés de um jantar decente? Que formatura que deixam a metade dos pais em pé por falta de mesas? Que formatura que coloca um CD gravado pra tocar (repetiu 3 vezes na noite) por falta de compromisso do DJ? Isso que arrecadamos mais de 6 mil reais e onde eles colocaram? Porque nem mil reais eles não gastaram nessa droga!

Sorry, precisava desabafar! u_u ÇOIUAWEIUOWE' Logo mais posto foto de corpo inteiro, por enquanto só da maquiagem.

sábado, 18 de abril de 2009

Estive pensando...


... Se me pedissem pra mim me descrever, acho que primeiramente diria: sonhadora e otimista, isso deve resumir tudo, tudo mesmo. Tenho sonhos e eu creio que eles iram se realizar mesmo que, muitos não concordam e falam que sonhos não existem... Quem é que disse que não existem? Alguém que tiver alguma prova disso que atire a primeira pedra. ''Se sonhar um pouco é perigoso, a solução não é sonhar menos e sim sonhar mais''. Ouvi isso em algum lugar, não lembro quem é que fala isso mais me tocou bastante, porque é a verdade, se não tiver sonhos não tem algo para crer e sem algo para crer vai acreditar em que? Viver para que? A vida é para ter algum sentido, é feita de sonhos que consecutivamente constroem o futuro... Tenho tantos sonhos: ver o mundo melhorar, conhecer Avril Lavigne, ser estilista ou bem sucedida no mundo da moda, constituir uma família, ter muuuuuuuuuitos animais, ser famosa, morar em Londres -ou pelo menos conhecer-, pular de bungee jump, ter um Bentley pink... Espero que consiga realizar tudo isso, ou pelo menos a maioria com o meu futuro bem sucedido de estilista! hahaha. Otimista? SEMPRE!

sexta-feira, 10 de abril de 2009

Reflita.

Acho que não sinto mais qualquer prazer ao ligar a TV e assistir o que se passa nela. Não há mais algo em que eu sinta qualquer interesse em ficar presa ao sofá vendo o que se passa ao redor do mundo, de todos os mundos: modismo, violência, crise mundial... Modismo me irrita, só de pensar que algo em que todos ''gostavam'' é esquecido como se nunca houvesse existido, acho que é impossivel se desapegar tão fácil de algo que era tão apegável antes para todos! Isso só prova de que é só algo a mais da mídia, infiltrando na cabeça de pessoas sem... cultura, talvez essa não seja a palavra certa. E a violência? Acho que ela é muito valorizada, é, valorizada. Enquanto aqui jogam uma criança de um prédio do 5º andar no mundo mais de 5 mil crianças morrem de fome, desnutridas. Rí-di-cu-lo! Óbvio que é chocante ver isso acontecer, mas todos fecham os olhos e fingem não ver. Já a crise mundial, bom... sinceramente, não acredito que Obama irá salvar o ''mundo''. Na verdade, creio que o mundo já não tem mais como ser salvo e por culpa de quem? Claro que sabe de quem é a culpa, culpa do ser humano, por ser esse ser estúpido que finge nada acontecer, que varre tudo debaixo do tapete esperando que alguém vá lá e limpe, mas de tão impregnada que essa sujeira está só Deus poderia conseguir limpá-la, ou talvez ele já tenha desistido de fazer isso.

video

Coloquei esse video com Avril cantando, por essa música ser considerada da paz e por ser fã dela.

quinta-feira, 9 de abril de 2009

É, sou eu.

Primeiro post nesse blog, é eu era a antiga ''borboletapiink'', mas perdi a senha e não consegui redefini-la. Sim, tenho sérios problemas com senhas, apesar de conseguir decorar tudo muito fácil senhas não entram na minha cabeça, hihi. Acho que posso começar contando meu dia, até me acustumar com isso, aham, odeio inícios, primeiras vezes, começos e etc. Por exemplo hoje, foi a primeira vez que tirei sangue na vida, foi totalmente costrangedor, sempre fui muito inimiga de agulhase o que eu temia acontenceu. Desde pequena sempre vivia em hospitais por estar sempre doente, isso é, que até eu atingir uma certa idade na minha infância eu levei MUITAS injeções e dalí que surge o meu ''trauma''. Cheguei lá pra tirar o sangue, vi meu irmão ir primero, ele fez uma cara não muito legal mas não chorou, então logo após isso era a minha vez, a minha primeira vez de fazer isso, uma experiência nova em que eu sabia que não iria ser legal. Sentei-me na cadeira, apoiei meu branço e apertei a mãe da minha mãe com toda a força até que senti aquele formigamento irritante, algumas lágrimas saíram de meus olhos, mas a dor era suportável. Alguns instantes depois sentei-me -estava um pouco enjoada mais não muito grave-, até que vi tudo ficar meio escuro, tudo parecia ''granular'' nas minhas vistas, tive um pensamento do tipo ''só faltava eu desmaiar'', isso é a última coisa de que me lembro e depois pensei estar sonhando, ouvi alguém falando: - Ela caiu, ela caiu! Por fim, senti minha mãe me levantando. A enfermeira pediu se eu queria água, eu disse que não, mas ela veio com um copo de água em minha direção, na hora achei meio engraçado, então bebi a água e fui pra casa. Ainda meio pálida, segundo todos que me viam. Não haviam 15 minutos que eu tinha chegado em casa, já estava com tédio, ainda meio tonta pedi a minha mãe que me levasse a escola, claro, tive que insistir até que ela me levou. Acho que ficar perto de meus amigos me deixou melhor, perdi a primeira aula o que era indiferente.